4 vantagens do app nativo sobre o híbrido

app nativo sobre híbrido

O número de aplicativos nas lojas vem crescendo cada vez mais a cada dia pela expansão na tecnologia. Investir em um aplicativo, sem saber quais as diferenças entre o nativo e o híbrido, vai gerar um impacto direto no resultado final do produto.

Ou seja, o sucesso de seu aplicativo vai depender dos fatores de seu planejamento e uma análise completa dos fatores técnicos. Isto porque o desenvolvido de cada um é diferente, e antes de tudo você precisa pensar nas funções que deseja que ele desempenhe e o público-alvo que deseja alcançar.

Veja a seguir as vantagens que o aplicativo nativo tem sobre o híbrido.

nativos e híbridos

O que é um aplicativo híbrido?

Um aplicativo híbrido junta várias linguagens de programação da web, como o HTML, CCS e o JavaScript. Ele busca juntar interfaces parecidas com as dos sistemas operacionais, como o Android e o iOS.

Essas aplicações são disponibilizadas nas lojas, como na Apple Store e a Play Store. Utilizam frameworks para que sejam executados diretamente na memória do seu dispositivo.

São utilizados por empresas que buscam por opções mais simples, justamente por solicitar somente o entendimento das tecnologias web ou de um framework.

O que é um aplicativo nativo?

É um aplicativo desenvolvido na linguagem específica do sistema operacional.

Ou seja, só funciona na plataforma para a qual ele foi desenvolvido, armazenado diretamente no dispositivo.

São baixados diretamente pelas lojas. Mas precisam de aprovação para que estejam de acordo com as políticas internas de cada uma delas.

4 vantagens de um aplicativo nativo em relação ao híbrido

Veja, a seguir, quais são as principais vantagens de um app nativo em relação ao app híbrido!

1. A experiência que um aplicativo nativo proporciona é melhor que em relação ao híbrido.

Justamente por se tratar de um aplicativo desenvolvido para funcionar principalmente em determinado sistema operacional, e assim oferecer melhor recurso em hardware, proporcionando maior facilidade para usar as funções e os recursos dos apps.

2. A estabilidade e os desempenhos são superiores em relação aos aplicativos híbridos.

E justamente por conta disso, as falhas e complicações são menores.

3. Os aplicativos nativos garantem outra vantagem pois eles são desenvolvidos para seu próprio sistema operacional.

Ou seja, é possível que o desenvolvedor faça atualizações no software e mesmo assim não vai haver interferência na utilização dos aplicativos.

4. No app nativo sobre o híbrido, seu desenvolvedor pode acessar as informações de seu sistema operacional pelo próprio aplicativo, pois as linguagens são as mesmas.

Você também vai poder utilizar outros recursos, como mandar mensagens, acessar sua câmera e realizar ligações.

app nativo sobre híbrido

Mais sobre os Apps Híbridos e Nativos

Já nos aplicativos híbridos, não é possível acessar as informações de seu dispositivo mobile, isso porque ela não contém uma linguagem semelhante ao do sistema operacional. Sua função também pode ser negativa, uma vez que o dispositivo possui atualizações constantes.

E isso é uma das grandes desvantagens do aplicativo híbrido. Nem sempre o aplicativo acompanha o desenvolvimento da atualização do aparelho, causando perdas constantes de usuários por conta disso. Ou seja, o aplicativo híbrido deve sempre acompanhar o sistema operacional quando ele interferir em seu desenvolvimento.

O custo de um aplicativo híbrido é menor que o do nativo, mas só isso não deve determinar qual o software você vai utilizar. Por se tratar de um aplicativo híbrido, e por ser desenvolvido pelo HTML, sua aplicação também vai ser mais lenta, e vai causar frustração para os seus usuários.

E como dito no começo do texto, antes de desenvolver um aplicativo, você deve colocar em seu planejamento os principais objetivos que tem, assim como os usuários que você quer alcançar. Os aplicativos desenvolvidos são normalmente os negócios que já são consolidados e que desejam atender seus clientes.

Criação de app: O que você precisa saber sobre esse assunto!

criação de app

A criação de app é novidade que está se consolidando! O mercado que mais cresceu nos últimos dias foi o desenvolvimento de tecnologias para mobile. A cada dia que passa o número de aplicativos disponíveis nas lojas de downloads é maior.

E esse número cada vez maior de aplicativos se dá ao fato das empresas buscarem por maior comodidade e proximidade com os seus clientes, pois os aplicativos oferecem os serviços diretamente do celular.

Existem vários aplicativos que ajudam no dia-a-dia das pessoas, como: realizar compras, interagir com outras pessoas, ajudar a organizar nosso cotidiano, entre inúmeras outras funções.

Veja, a seguir tudo que você precisa saber sobre a criação de aplicativos!

Conheça o SDK

O SDK é um conjunto de pacotes para desenvolver seu aplicativo. Ele auxilia o desenvolvedor a ter um aplicativo de acordo com os padrões, de acordo com as documentações dos códigos.

criação de app

Basta você estudar este pacote, já que seu conteúdo é extremamente completo e com todos os parâmetros explicados. E essa explicação traz todos os temas básicos abordados, mas que são essenciais durante o seu progresso, como a declaração das variáveis, sintaxes e os códigos que podem ser utilizados.

Escolhe o sistema operacional

Depois de conseguir compreender todos os códigos, você deve escolher qual o sistema operacional que você deseja promover a criação de app. Isso porque é necessário escrever um código para cada sistema operacional que você escolher, baseado em programas de operações diferentes.

Como no sistema operacional Android, a linguagem é Java, enquanto aqueles que desejam desenvolver pelo sistema Windows devem utilizar a linguagem #C. E aqueles que optarem por desenvolver seus serviços para o sistema iOS, devem usar a linguagem Objective C.

Lembre-se que para programar, você deve utilizar o IDE (Integrated Development Environment), um ambiente de desenvolvimento de software. Veja qual será o melhor sistema. Uma ferramenta que auxilia na diminuição de erro do aplicativo é o Debug ou Debugger, e você pode utilizá-la.

Conheça seu público

Além dos conhecimentos técnicos, você deve ter uma ideia que dê soluções para os problemas dos usuários. E antes de planejar os códigos de seu aplicativo, é importante pensar no público para qual ele será destinado. Afinal, um aplicativo sem usuários, não tem funcionalidade.

Vale lembrar que existem milhões de aplicativos disponíveis nas lojas de downloads, por isso você deve estudar quais as funções desses aplicativos e o que você pode fazer para se destacar no meio de muitos. E para isso você deve pensar nas funções que seu aplicativo vai oferecer, e se isso vai gerar alguma renda futura para você.

Quanto desembolsar?

Com todos os planejamentos em ordem, basta pensar no tão complexo e quanto você quer investir para o desenvolvimento dele. A melhor forma é fazer justamente um investimento de maneira inteligente.

criação de app

Como aprender?

Para os desenvolvedores que optaram pelo sistema iOS, existe um curso chamado Dev Secrets, onde é possível estudar como desenvolver aplicativos para o iPhone. Também ensinam o passo a passo para vender na apple store e como fazer o marketing para apresentar seu aplicativo para o mundo.

Para o sistema Android, existe o Android Developer, você possui apoio desde o início, em como fazer o gerenciamento de sua conta, fazer a venda de seu produto, até em como enviar seu aplicativo de forma grátis para a Play Store.

Já no site, o conteúdo do Android Developer está em inglês, mas o seu conteúdo é mais completo. Trazendo informações de como fazer a instalação dos plug-ins necessários para criação de app, criar o projeto, como programar, a parte gráfica, não é necessário criar uma conta, só entrar e criar. Essa forma é mais simples de desenvolver.

Gostou? Compartilhe conosco a sua opinião!

Como criar um app de sucesso: 6 pontos importantes para bons resultados

como criar um app de sucesso

Quer saber como criar um app de sucesso? Comece por essas dicas! Até porque, quando você conhece as linguagens de programação e sabe como utilizar as ferramentas para desenvolvimento, certamente criar um aplicativo se torna uma tarefa bem fácil.

Mas e para que seu aplicativo tenha um bom resultado, dentre milhões de aplicativos nas lojas, e receba maior destaque? A resposta para esta pergunta é: encontrar a resposta para um problema que afeta os usuários.

É por isso que trouxemos 6 importantes pontos para você levar em consideração na hora de criar seu aplicativo e obter os resultados que está esperando. Veja, a seguir!

como criar um app de sucesso

1. Faça pesquisas antes de iniciar

As pesquisas são o ponto inicial, e também uma “resposta”, para saber se o seu aplicativo será um sucesso ou não. Caso você inicie seu projeto sem nenhuma pesquisa, poderá notar no final que aquilo não era uma necessidade de seu público, ou seja, ele não será utilizado e nem comprado.

Você deve fazer suas pesquisas pelos seguintes pontos: idéia, público-alvo, mercado e tecnologias.
Ideia: é importante fazer pesquisas para observar se alguma pessoa já desenvolveu um projeto parecido com o seus, se já, você consegue o melhorar?

Público-Alvo

Faça pesquisas sobre os usuários para quem o seu aplicativo é destinado. Sem os usuários, seu aplicativo não terá funcionalidade alguma.

Mercado

Você tem uma ideia de aplicativo mas já existem dezenas parecidos com ele? Vale então pensar em maneiras para o destacar, ou será apenas mais um.

Tecnologias

Por fim, busque compreender como funcionam as ferramentas que vão te auxiliar no desenvolvimento do aplicativo. Veja quais delas oferecem o serviço pelo qual você está procurando.

como criar um app de sucesso

2. Design

Para saber como criar um app de sucesso, pense na estética. O design é o primeiro contato com o usuário. E ele é um dos principais responsáveis pelo sucesso ou fracasso de um aplicativo.

É importante criar um design que deixe o usuário confortável em utilizar seu aplicativo e que ao mesmo tempo passe a qualidade de seu profissionalismo. Por conta disso é necessário buscar por profissionais de programação e design que tenham experiência.

3. Campanha de marketing

Uma coisa é certa: sem os usuários, seu aplicativo não tem funcionalidade. Você pode fazer um marketing em seu aplicativo antes de o lançar, sendo possível construir sua marca e atrair um número bom de usuário logo no lançamento. Você pode usar as redes sociais para fazer essa divulgação.

Isso é, também, uma ótima forma de ficar mais próximo do público e criar um relacionamento.

4. Invista na simplicidade

Crie um aplicativo simples e de fácil manuseio. Faça com que as funções sejam simples, pois nenhum usuário vai ler as instruções de um aplicativo. Lembre-se que é mais fácil criar 10 aplicativos com funcionalidades geniais, do que um único que reúna todas elas.

5. Aposte na gamificação

Seu aplicativo não precisa se tratar de um game para utilizar as ferramentas da gamificação. Usar a mecânica dos jogos em seu aplicativo melhora a experiência dos usuários. Faça o usuário se sentir sempre recompensado pelo seus atos, para que então ele utilize seu aplicativo mais vezes.

6. Faça muitos testes

Manter uma rotina para desenvolver um aplicativo e entregar um ótimo produto final é essencial. Mas antes de chegar nesse resultado é necessário fazer muitos testes para corrigir os possíveis erros antes de entregar para os usuários.

Conclusão

Sabemos que não é só criar um aplicativo e o lançar, porque ele não vai gerar renda sozinho. Você precisa apostar no diferente, oferecer soluções para as perguntas que os usuários estão enfrentando. É necessário oferecer um serviço legal para os usuários, sempre aprimorando os produtos para que alcance um número cada vez maior de pessoas.

Gostou? Compartilhe conosco a sua opinião!

Criar aplicativo de loja virtual: 4 vantagens para o seu negócio!

criar aplicativo de loja virtual

O número de usuários de smartphones vem crescendo cada vez mais. E é por isso você deve começar a pensar em vincular e criar aplicativo de loja virtual!

Um aplicativo vai facilitar o acesso ao seu negócio, sem que os clientes precisem fazer grande esforço. Quando instalar o aplicativo é possível cadastrar os dados para se conectar com a loja, navegando pelas mercadorias diretamente do celular.

E é por conta disso que decidimos criar um artigo mostrando 4 vantagens de criar um aplicativo para sua loja virtual. Acompanhe, a seguir!

1# O aplicativo oferece maior usabilidade para os clientes

Mesmo que os sites sejam desenvolvidos para funcionar perfeitamente nos smartphones, o desempenho as vezes pode ser frustrante para os clientes. Já quando o aplicativo é mobile, as funções ganham maior desempenho, funcionalidades e performance maior.

aplicativo de loja virtual

Ainda é possível fazer a conexão com a geolocalização, integrar a sua câmera e desempenhar outros serviços. Ele guia os usuários para beneficiar sua marca. Dessa maneira é possível oferecer aos seus clientes uma experiência maior, sem que haja maiores travamentos e personalizado ao seu estilo.

Vale ressaltar que a velocidade de conexão nos aplicativos é 1,5 maior que nos sites mobile. Isso pode significar que o usuário faça compras e acesse a loja, mesmo longe do Wi-Fi, sem enfrentar travamentos.

2# O mercado mobile já oferece enormes oportunidades no Brasil

O número de pessoas com um smartphone só tende a crescer em nosso país. Dados apontam que 54% dos brasileiros adultos, possuem um smartphone, e 60% dos usuários afirmam que ele é a principal fonte de dados.

Essa quantidade é tão grande que o Brasil está em quinto no ranking dos países que mais passam horas usando celulares no mundo.

E é por conta disso que as empresas que investem em aplicativos obtém maiores resultados perante aquelas que não utilizam este meio.

Caso você acompanhe as métricas de sua loja virtual, vai notar que o grande número de acessos em seu site é feito pelo celular.

3# Acesso das funções nativas do celular

Aplicativos podem acessar as funções que fazem parte do seu celular, como o microfone e câmera. Ou seja, é possível criar uma imensidão de interações com o cliente pelo seu aplicativo, coisas que não seriam possíveis numa página da web.

Existem, por exemplo, lojas de tintas que oferecem o catálogo de cores no aplicativo. Com ele é possível selecionar a cor que você deseja e ver como ela ficaria no ambiente que você está querendo pintar. Isso tudo com o auxílio da câmera de seu smartphone.

criar aplicativo de loja virtual

Esta opção proporciona ao seu cliente uma experiência diferenciada. Sem contar que o número de devoluções será menor dependendo do produto que você vende.

4# Notificações e atualizações para o cliente

Quando seu aplicativo está rodando em segundo plano para seu cliente, suas atualizações passam a chegar para eles de forma personalizada.

Dessa maneira, é possível enviar atualizações de seus produtos, os descontos que a loja está oferecendo, promoções limitadas, aumento de seu lucro e mantém proximidade com seus clientes.

Quando não investir?

Antes de qualquer investimento você deve analisar se seus produtos estão com vantagem de demandas, ver suas taxas de recompras e se você possui o diferencial para amadurecer no mercado de trabalho. Caso não exista isso, você deve considerar fazer um site mobile.

Com tantas lojas virtuais no mesmo ramo, sua loja precisa criar o diferencial para se destacar, caso contrário, será mais do mesmo.

E é por isso que você deve criar um aplicativo com diferenças para que os usuários considerem o baixar. Caso contrário, os usuários podem até instalar o aplicativo, mas logo em seguida irão excluir.

Gostou? Compartilhe conosco a sua opinião!

Criar aplicativos para Android: Como funciona essa estratégia?

criar aplicativos Android

Antes de criar aplicativos para Android, você deve se perguntar o motivo de você querer desenvolvê-lo. Você quer somente entrar na moda dos aplicativos ou encontrou as respostas para um problema?

Dependendo das resoluções dessas perguntas, pode ser determinado se seu aplicativo será sucedido ou não. E é por isso que resolvemos trazer respostas de por onde começar a criar seu aplicativo para o sistema Android, mas é importante lembrar que isso não será funcional para todas as pessoas.

Leia, a seguir, como você pode criar aplicativos Android, quais as estratégias e as ferramentas que podem te auxiliar em seu desenvolvimento!

criar aplicativos Android

Por que criar aplicativos Android?

O sistema operacional Android tem uma entrada muito maior, pois o número de usuários é maior no Brasil. E esse pode se tornar um ótimo ponto de partida. O número de smartphones com este sistema operacional está presente em diferentes marcas de aparelhos, samsung, motorola, entre outros.

Criar um aplicativo pode ser muito importante para a criação de laços com os seus clientes e oferecer maiores serviços para eles, com maior facilidade e recursos.

Apesar do número de usuários ser maior no sistema Android, isso não significa que você não deva investir na criação no iOS, mas o Android continua sendo a maior forma de alcance para os usuários brasileiros.

Valide a sua ideia

Esta é a etapa de maior importância na criação de seu aplicativo. Validar o aplicativo irá provar a demanda dele.

Uma ferramenta de muito auxílio para validar sua ideia é o Planejador de Palavras-Chaves, do Google. Com ela você pode encontrar o número de pessoas que estão buscando pelo serviço que você escolheu.

Você pode criar uma Landing Page, um site com página única que vai explicar de maneira ampla a ideia de seu aplicativo.

Faça testes. Ao criar seu aplicativo, o desenvolvedor deve testá-lo tanto na prática quanto na teoria. É sugerido que você faça testes de seu layout em cartolina, por exemplo.

Também é necessário analisar os concorrentes no mesmo meio de mercado. São inúmeros os aplicativos disponíveis na Play Store, e é por isso que é uma tarefa quase impossível descobrir qual ideia ainda não foi desenvolvida.

Mas isso não é motivo para desanimar. Se mantenha concentrado em sua própria ideia, e aprende com seus concorrente pelos erros e acertos deles.

Crie um design

Para as pessoas que não entendem como fazer um design, essa tarefa pode ser bastante difícil. E isso é mais complicado para os desenvolvedores. Mas se você gostaria de criar design de seu aplicativo, existem algumas alternativas viáveis.

criar aplicativos Android

Você pode, por exemplo, comprar códigos de fontes já com o design e os com os componentes gráficos já prontos. Caso prefira, pode comprar apenas o design. Alguns exemplos de sites, são: SellMyApp, Codecanyon, MyAppTemplates, entre outros.

Os preços do design e templates vai variar de acordo com o qual você escolher.

Caso preferir, você também pode contratar um profissional designer para fazer este serviço.

Atualizações

Uma pesquisa realizada mostra que quanto mais um aplicativo é atualizado, mais sucedido ele é. Aplicativos como o Whatsapp e o Facebook tem constantes atualizações em sua plataforma. Isso porque você sempre entregar o melhor serviço para os usuários.

Invista na divulgação

Caso você queira alcançar um maior número de pessoas, você deve fazer uma boa divulgação. Utilizar redes sociais pode ser um grande passo para atingir seu público-alvo. Mas essas estratégia exige investimento.

Pense no cliente!

O cliente é sua principal fonte do sucesso. E, como já dito, o ponto principal da criação de qualquer aplicativo é encontrar um problema e conseguir solucionar. Mas somente uma ideia boa, não significa que ela é viável. Por isso se torna importante criar sua marca e investir em estratégias.

Gostou? Compartilhe conosco a sua opinião!

6 dicas de como tornar um app mais visível

como tornar um app mais visível

Quer saber como tornar um app mais visível? Neste conteúdo, você vai encontrar dicas para impulsionar seu aplicativo no topo nos sistemas de lojas de aplicativos dos smartphones!

A maioria dos desenvolvedores de aplicativos acredita que se deve investir muito dinheiro para que seu aplicativo esteja posicionado de forma que fique visível para o maior número de usuários.

Mas como se destacar no meio de tantos aplicativos? A resposta é simples: a desejabilidade.

O maior desafio é certamente tornar seu aplicativo desejável. Claro que vão existir maneiras de validar ideias, conseguir elaborar de maneira eficiente o aplicativo e investir em publicidade, e mesmo pensando em tudo isso, o sucesso não é certo.

Mas como tornar um app mais visível?

Veja a seguir as 6 dicas para tornar seu aplicativo mais visível nos sistemas de downloads!

1. Título de seu aplicativo

O nome do seu aplicativo, portanto, é a porta de entrada para atrair maiores números de downloads, e, consequentemente, mais visibilidade para ele. É o primeiro fator para um usuário efetuar o download nos sistemas de aplicativos.

Caso estiver elaborando um aplicativo de um negócio que já existe, e quer saber como tornar um app mais visível, tenha em mente que o nome deve representar e estar alinhado a marca, mas não deve ser sua única consideração.

Faça pesquisas de termos que os usuários estão procurando. Uma ferramenta que pode te ajudar com essa tarefa é o Google Trends. Utilize as palavras certas para alcançar o sucesso.

2. Design

Como tornar um app mais visível? Experimente utilizar em seus aplicativos o conceito de UX (experiência do usuário) e a interface com o usuário. A utilização desses recursos garantem ao seu cliente uma melhor experiência, além de aumentar as chances de atrair mais um cliente.

3. Como tornar um app visível com o logo ou ícone

O ícone/logo é tão importante, portanto, quanto o nome de seu aplicativo. Ele se torna sua identidade e, até mesmo, a velocidade que o usuário irá encontrar o aplicativo na pasta de download.

Lembre-se que a primeira impressão é a que fica. Caso seu ícone esteja com uma baixa resolução, não dê para identificar sua marca ou com identidade falsa, as chances de download reduzem pois os usuários passam a não confiar em seus serviços.

Opte por ícones com design profissional e com uma resolução alta. É importante evitar os textos e coisas que podem atrapalhar a visualização dele. E, em hipótese alguma, utilize ícones parecidos com o de outras empresas.

4. Aplicativos lentos

É um fato que nenhum usuário gosta de aplicativos lentos. Quer saber como tornar um app mais visível? A velocidade para carregar, desempenhar seu trabalho e satisfazer as necessidades de seu usuário é algo que você deve garantir a todos.

Vale lembrar que isso deve ser equilibrado. Aplicativos que acabam logo com a bateria de celulares, que deixam o manuseio de outros aplicativos mais lento ou que ocupam muita memória também são dispensáveis para os usuários.

5. Evite aplicativos pagos

Os usuários de iOS tendem a comprar aplicativos com mais facilidade, mas isso não acontece com os que utilizam o sistema Android. Para cada aplicativo pago, existe uma alternativa gratuita, e é onde os usuários vão pagar. Caso seu aplicativo seja pago, ele deve ofertar uma qualidade superior dos concorrentes.

Para tornar isso mais fácil, existe um infográfico que ilustra a desejabilidade de um aplicativo. É uma forma para medir a desejabilidade dos aplicativos e de suas ideias.

6. Como tornar um app mais visível pela descrição

Na Play Store, você terá duas descrições: uma de 80 caracteres, e outra de 4.000. E nas da Apple Store são só uma descrição: 4.000 caracteres. Não é algo tão importante quanto o título ou as palavras-chaves, mas a descrição é importante para angariar novos usuários através das pesquisas.

Na descrição curta do Google, utilize, portanto, uma frase do que o aplicativo oferta para o usuário. Já na de 4.000, saiba que um ou outro usuário fará a leitura. O máximo indicado é 2.000 caracteres, mas não deixe de citar as funcionalidades do aplicativo.

Quais as estratégias de marketing digital para promover um aplicativo?

estratégias de marketing digital promover um aplicativo

Os aplicativos estão cada dia mais presentes nas vidas e celulares das pessoas. Mais que um mercado emergente ele garante um contato direto e personalizado com o consumidor. 

Entretanto com tantas vantagens o mercado se torna cada dia mais competitivo, trazendo consigo marcas já consolidadas. Como competir e criar um público fiel quando existem tantas opções a se escolher? 

Foi para responder essa pergunta que o marketing digital foi criado e aplicado nas mais diversas inovações, incluindo os apps

 

O que é marketing digital? 

 

Mesmo sendo um item indispensável no meio digital, muitos não sabem o que ele realmente é. Isso se dá pela qualidade da maioria do conteúdo encontrado pela web. Este adaptou tanto o marketing que ele se encontra oculto. Porém não é porque ele é invisível que deixa de ser efetivo, pelo contrário. 

O marketing digital são ferramentas para atrair e criar uma fidelidade com clientes. No caso, se utilizam conteúdos com determinada importância e que trazem informação. É dessa forma, entregando conteúdos de qualidade, que a maioria dos produtos se torna conhecido. 

Mas não é só de conteúdo que o marketing digital é feito. Ele está em tudo, em técnicas que tornam os algoritmos de pesquisa aliados em bons números do ranking e transformam tudo em resultados. No marketing digital isso é chamado de leads.

Existem diversas técnicas. Dentre as mais utilizadas está o SEO, um conjunto de requisitos do Google para dizer se seu texto é relevante. E, os ads, literalmente os anúncios pagos no google ou nas redes sociais. 

 

Quais técnicas aplicar do marketing para aplicativos?

 

Primeiramente devemos saber que o público digital é o mesmo. Geralmente quem acessa aplicativos, gosta da internet como um todo e busca praticidade no cotidiano. E é por isso que algumas técnicas já faladas são essenciais no meio da Play e Apple Stores.

 

1. Criar um site para o seu app

 

Pode parecer um gasto desnecessário ter um site, mas a gama de possibilidades que essa ferramenta traz é gigante. Criar um site não significa deixar todo o seu conteúdo ou funcionalidades nele, mas sim entregar algo que gere engajamento. 

Se for pensar com calma, vai perceber que dentro de um aplicativo nem sempre se pode entregar um conteúdo extenso. Especialmente porquê a função dele é entregar agilidade e mobilidade. Mas nem todo o público estará procurando por essa ferramenta, parte dele nem mesmo sabe que precisa disso. E é para esse público que se criam estratégias de marketing, porque geralmente é o público que mais gera leads

2. Técnicas aplicadas a sites: Funil de Vendas 

Criar um blog com um conteúdo rico e ligado as funcionalidades do seu aplicativo é uma estratégia para se atrair o público. O funil de vendas funciona dessa forma, ele atrai o público que nem mesmo sabia que precisava do produto oferecido. 

Ao se imaginar um funil se tem na cabeça como um triângulo invertido. Na parte mais larga fica o público em geral que não tem ainda interesse real no produto ou não sabe que precisa dele. Então o conteúdo é direcionado para criar esse interesse, apresentando os problemas que o produto soluciona. Mas sem realmente falar dele. 

Criado o interesse e a percepção desse problema, o funil se afunila. Algumas pessoas vão querer saber mais sobre ele e gostaria de solucioná-lo. É essa fase que se iniciam conteúdos apresentando o produto e as funcionalidades dele. Como o funil pode estar associado a ads ou conteúdo, é importante uma pesquisa sobre perfis. De forma a investir com uma porcentagem maior de retorno.

E o final do funil é exatamente o cliente que vai comprar seu produto, para tanto precisa ser convencido das vantagens. Os conteúdos precisam ser diretos e úteis, mostrando como funciona e como ele soluciona o problema tão bem. 

Essa última fase pode parecer a essencial, mas é com o topo e o meio do funil que deve-se criar uma preocupação. Quanto mais pessoas chegarem ao meio, mais vão querer comprar a ferramenta. E funciona também no mercado digital com aplicativos. 

Por isso é tão importante criar um site e entregar um conteúdo, dessa forma o seu mercado vai se expandir. 

3. Técnicas aplicadas a sites: SEO

O SEO (Search Engine Optimization), como já falado antes, é um sistema de otimização utilizado pelo Google para rankear resultados. Ele trabalha a partir de requisitos básicos, entre eles, qualidade e relevância de conteúdo, originalidade e trabalho das palavras-chave. Esse último é uma outra técnica que utiliza as palavras mais pesquisadas para criar conteúdos. 

Geralmente o SEO é o responsável pelos primeiros resultados não patrocinados encontrados no Google. Quanto mais original e diferenciado for o conteúdo, mais rapidamente ele será achado por quem fizer uma busca pela internet. 

A importância do SEO não está só em ser achado, mas entregar a solução apresentada pelo aplicativo antes dos concorrentes. Além disso, ele utiliza técnicas de repetição que torna o texto persuasivo ao possível cliente. 

 

4. ASO 

 

O ASO (App Store Optimization) é uma ferramenta de otimização utilizada nas lojas de aplicativos para rankear resultados. Para tanto, elas utilizam todo o visual do aplicativo, incluindo o nome. Além de palavras-chave, reviews e a descrição completa (incluindo imagens e vídeos). 

Quanto mais completo e visualmente agradável for seu aplicativo, melhor rankeado será. Até porque em um mercado tão completo, o visual e a interatividade são pontos essenciais para manter clientes. 

 

A importância da métrica

 

Medir resultados e analisá-los é essencial para saber onde investir. Existem aplicativos e ferramentas que fazem isso automaticamente, restando um profissional para traçar uma estratégia. 

Uma das métricas utilizadas é o engajamento. Dessa forma se sabe a frequência e o tempo que o aplicativo é utilizado pelos usuários. Outra muito utilizada seria a retenção, quantos usuários ficam com o aplicativo após baixarem. Por fim, restam as métricas de custo e receita, que basicamente trabalham com o lucro final. 

As métricas colaboram com novas atualizações e formas de potencializar o que já é feito dentro do aplicativo. 

 

Atualização

 

Uma forma de manter e ganhar novos usuários é sempre se atualizar ou oferecer novos serviços. Escutar feedbacks e transformá-los em melhorias para experiência dos usuários atrai mais leads

A geração de leads pode fazê-lo investir em novas ténicas, já com uma folga, como propagandas diversas. Especialmente nas redes sociais, onde se acumula o mercado consumidor, é um investimento a se fazer. Dentro dos ads são utilizadas ferramentas de otimização, de forma a definir parâmetros precisos para geração de leads.  

Criar uma boa estratégia depende muito mais do conhecimento do profissional que o investimento que será feito. Qualquer técnica bem aplicada gerará resultados preciosos e mais possibilidade de retorno. 

7 melhores aplicativos para economizar!

aplicativo economizar

Você tem um sonho de médio ou longo prazo, mas não tem o hábito de juntar dinheiro e não sabe como economizar? Então chegou ao lugar certo!

Com a tecnologia e a criação de aplicativos todos os dias inovando e facilitando nossas rotinas, você pode usar o seu smartphone como aliado na hora de poupar no cofrinho e alcançar seus objetivos.

Não sabe como? Confira os 7 melhores apps para economizar!

  1. Organizze

Nossa primeira dica é o app Organizze, que oferece integração com todas as suas contas online, gerando um relatório de todos os seus gastos por categoria.

Basta acessar em suas contas (fique tranquilo, a sincronização do app é criptografada) e gerar os relatórios dos seus Gastos x Receitas.

Além de ter controle total das suas faturas e entender onde você está “perdendo dinheiro”, a maior vantagem do app é que ele não precisa de conexão com a internet para funcionar.

  1. 52 Semanas

Um app desenvolvido pela Mobills é o 52 Semanas – Desafio para Economizar. O desafio consiste em guardar uma quantia mínima de dinheiro por dia e aumentar o valor a cada semana.

Assim, na primeira semana você guarda R$ 1, na segunda R$ 2 e assim por diante. Ao fim do desafio (depois de 1 ano), se seguido corretamente, você deverá ter, no mínimo, R$ 1.378. Porém, é possível adaptar e aumentar o desafio de acordo com sua renda.

  1. Mobills

Com o gerenciador financeiro Mobills, você pode registrar todas as suas despesas e receita, criar um planejamento para suas finanças pessoais e uma estratégia de economia de acordo com o seu orçamento.

O software faz sincronia automática com alguns bancos e é parceiro da Multiplus, transformando seus pontos no app em prêmios.

  1. Minhas Economias

O app Minhas Economias oferece uma interface simples e intuitiva, com funções de lançar parcelamentos, cadastrar notas, analisar gráficos dos seus gastos, verificar o saldo das contas e até acompanhar notícias sobre finanças pessoais.

 

  1. Bill Reminder

O Bill Reminder é o app ideal para quem está sempre esquecendo de pagar suas contas, afinal, pagar boletos com multa por atraso é um erro simples que acaba nos fazendo gastar mais no mês.

Por isso, o app administra suas contas e gera lembretes automáticos para os dias de pagar suas contas, além de mostrar um relatório de tendências de gastos mensais.

O Bill Reminder também suporta moedas mundiais, mas infelizmente, só está disponível em inglês.

  1. Expense IQ

Mais indicado para quem precisa de um planejamento maior e mais complexo, o Expense IQ controla seus gastos e disponibiliza 12 relatórios diferentes, entre fluxo mensal de caixa, despesas por categorias e Receitas x Despesas.

Seus maiores diferenciais são o backup offline seguro e privado, a conta múltipla com suporte para várias moedas e transferência entre contas Expense IQ.

  1. Orçamento Fácil

No app Orçamento Fácil, você pode programar suas transações, criar novos modelos, configurar widgets para fazer uma transação rápida e ver um resumo do seu fluxo de caixa nos últimos períodos.

O programa também gera lembretes para suas transações e oferece mais de 90 moedas. Você também pode fazer um backup dos seus dados e acompanhar seus lucros diariamente.

  1. Money Hero

Ideal para quem ainda não tem o hábito de poupar, o Money Hero tem uma interface intuitiva e clara.

Na versão Lite gratuita você pode inserir suas receitas e despesas mensais. Automaticamente o app calcula o valor que você pode economizar por mês dentro do seu estilo de vida e se ao longo dos dias você conseguirá cumprir o objetivo.

Algum desses apps foi útil para você? Então deixe seu comentário e conte se você conseguiu economizar!

6 aplicativos para quem ama viajar!

aplicativo viajar

Com as constantes novidades no desenvolvimento de apps, as lojas de apps possuem opções para todos os gostos, inclusive para os amantes de viagem.

E se você é apaixonado por explorar novas cidades, estados ou países, sabe como é necessário ter alguns auxílios para não ficar perdido ou mesmo não sofrer nenhum choque cultural que prejudique sua experiência no lugar novo.

Por isso, confira nossas dicas com 6 aplicativos para quem ama viajar e planeje seu próprio roteiro com mais tranquilidade!

  1. Airbnb

O Airbnb é uma inovação para quem gosta de viajar gastando pouco e ele é vantajoso tanto para quem oferece a casa para alugar, quanto para quem aluga.

No app você pode se hospedar na casa de pessoas comuns, que se cadastraram no app e ofereceram um quarto ou até um espaço inteiro para alugar.

O processo de aluguel reduz muitas burocracias, o pagamento é feito pelo cartão de crédito e as hospedagens são bastante acolhedoras, já que é um morador local que te recebe.

Sem contar que, por não ser um local especializado em hospedagem, o preço sai bem mais barato que hotéis.

  1. Primeiros Socorros

Ideal em qualquer viagem, mas principalmente para viagens mais aventureiras, trilhas ou cachoeiras, o app Primeiros Socorros é um catálogo completo e grátis com diversos procedimentos de primeiros socorros para casos de emergências mais comuns.

O app é apoiado pela Cruz Vermelha e oferece orientações seguras e didáticas (todas em passo a passo) para emergências simples, mas que podem ser ideais para diminuir dores e até salvar uma vida.

  1. Plano de Viagem

Com o app Plano de Viagem você pode estruturar seus próximos roteiros com mais tranquilidade e assertividade.

O software permite uma organização dos dias de ida e volta, a quantidade total de dias no local, além de um planejamento financeiro e de roteiro completo.

Assim você pode montar sua agenda e não se esquecer de tudo que foi planejado, além de não perder os horários ou ultrapassar seu orçamento.

Também é possível montar checklists para não esquecer nenhum item na hora de fazer as malas. Muito útil, não é?

  1. XE Currency

O aplicativo XE Currency é indicado para quem viaja muito ao exterior, pois nele é possível fazer transferências globais de dinheiro, calcular taxas de câmbio e converter moedas com praticidade.

Na versão free do app você pode monitorar até 10 moedas internacionais, acessar as taxas em tempo real de todas as moedas do mundo, inclusive Bitcoin, ver gráficos do histórico da moeda nos últimos 10 anos e até definir alertas em caso de mudanças nas taxas.

Assim você sempre estará preparado para aproveitar o momento em que a moeda estiver mais barata para você.

  1. Gaia GPS

Você é apaixonado por trilhas, cachoeiras, escaladas e outras aventuras carregadas de adrenalina?

Então baixe agora o Gaia GPS, um mapa por geolocalização focado apenas em percursos ao ar livre.

Nele você pode registrar seus percursos, marcar pontos de passagem, tirar fotos com geolocalização e consultar estradas, mapas aéreos e mapas topográficos. 

  1. BlaBlaCar

Você viaja muito pelo Brasil e gosta de economizar? Então o BlaBlaCar é o app ideal.

O aplicativo funciona como um mediador entre quem duas ou mais pessoas que desejam ir a um mesmo lugar.

Funciona basicamente assim:

  • Motorista se cadastram e oferecem carona no app para ir a um destino;
  • Passageiros se cadastram buscando uma carona para ir a um destino.

O app conecta essas pessoas que desejam ir a um mesmo lugar e o passageiro paga uma ajuda no combustível (definida pelo motorista).

Pronto! Você pode viajar por todo o Brasil pagando pouco.

Gostou das nossas dicas com os 6 aplicativos para te ajudar nas suas viagens? Então deixe seu comentário sobre qual foi o mais útil para você!

 

SEO para aplicativos como melhorar a visibilidade na pesquisa mobile?

seo aplicativos moveis

O SEO para blogs já não é mais novidade no marketing digital e todos os dias vemos estratégias para posicionar melhor os conteúdos de forma orgânica nos mecanismos de busca.

Mas você sabia que desde o desenvolvimento de um app até seu lançamento é necessário pensar também em estratégias de SEO?

Conhecida como ASO (App Store Optimization), essa é mais um conjunto de técnicas de otimização do seu software para se posicionar organicamente nas lojas Google Play Store e App Store. Vamos aprender um pouco mais sobre elas?

Otimização ASO On-Metadata

A otimização ASO On-Metadata é equivalente ao SEO On Page, ou seja, é a adaptação de todos os itens que estão ao seu alcance no aplicativo, o que envolve:

  • Título;
  • Descrição;
  • Fotos;
  • Palavras-chave;
  • Ícone.

Vamos descobrir um pouco mais sobre como otimizar cada um?

Título

O título do seu app é um item de grande peso no rankeamento dos softwares, portanto, é mais indicado que ele possua uma palavra-chave relevante.

Descrição

A descrição é o espaço em que você terá maior possibilidade de trabalhar as palavras-chave do seu app, por isso, foque em não diluir a keyword apenas para preencher o espaço de texto.

Na hora de escolher as palavras-chave do seu app, opte por keywords com alto volume de buscas e baixa concorrência.

Além disso, produza um conteúdo que tenha o principal benefício do app e uma call-to-action antes do botão de “Leia Mais” da descrição, pois poucos usuários irão clicar ali para saber mais sobre o app.

Fotos e Vídeos

Como vídeos são bastante didáticos, é um diferencial ter um explicativo na sua appstore.

Porém, as fotos são essenciais para atrair o usuário, pois são fáceis de visualizar e não exigem muita internet.

Portanto, tire fotos de qualidade da interface do app, com boa resolução, mas sempre comprima a imagem para não afetar o carregamento dos itens.

Otimização ASO Off-Metadata

O ASO Off-Metadata funciona da mesma forma que no SEO off page e é essencial para aumentar a autoridade e a visibilidade do seu app nas lojas.

Por isso, algumas dicas de otimização ASO Off-Metadata são:

  • Incentive as notas de ranking na loja de apps, aquela opção que o usuário tem de classificar o app entre 0 a 5 estrelas, oferecendo recompensas para usuários que fizerem isso;
  • Além de classificar por estrelas, incentive os usuários a deixarem avaliações em comentários, justificando a nota dada ao app.

Após conseguir essas avaliações e comentários, monitore o que os usuários estão dizendo e responda cada um deles, solucionando suas dúvidas e problema.

Isso mostra ao mecanismo da appstore que o criador do software mantém as atualizações do software frequente de acordo com a necessidade dos usuários.

Link Building

Por último, o link building é a estratégia de coletar links externos apontando para a página do seu app.

Para conseguir backlinks, entregue releases para a imprensa, fale com parceiros e ofereça artigos para blogs. 

Mas lembre-se que o Google leva em consideração o contexto em que o backlink está inserido, portanto, entregue conteúdos mais relacionados a aplicativos e tecnologia ou com o nicho do seu software.

Um ponto interessante é que vídeos são conteúdos bastante relevantes para o Google, por isso, entregue pautas com vídeos explicativos sobre o app.

Dica extra: além do SEO para aplicativos

Por último, apesar de não ser uma estratégia orgânica, vale à pena investir em ads no Google Admob, em que você pode veicular anúncios sobre seu software dentro de aplicativos semelhantes.

Afinal, o usuário que for impactado por este anúncio estará mais disposto a baixar um app semelhante ao que ele já conhece e gosta.

Te ajudamos com nossas dicas de SEO para aumentar a visibilidade dos aplicativos na appstore? Deixe seu comentário! 

pt_BRPortuguese
en_USEnglish es_ESSpanish pt_BRPortuguese

conte sua ideia para nós

Fale Conosco